Oxóssi, Orixá das matas e Florestas. Defende, protege e Cura

0
16

Oxóssi é das matas, das florestas, dos animais, da natureza de uma forma geral. Considerado um guerreiro sábio, vive em harmonia com o meio ambiente e é responsável por tudo que ocorre dentro do ecossistema.

Em 20 de janeiro é comemorado o dia Oxóssi – sincretizado na figura do santo de origem católica São Sebastião. Já o seu dia da semana é toda quinta-feira. Representado no Candomblé com um arco e flecha nas mãos, ele é um dos principais orixás nas religiões de matriz africana. Infelizmente, a região em que era cultuado sofreu perdas históricas e culturais irreparáveis, quando o povo foi dizimado e escravizado no século XIX. Seus filhos consagrados foram escravizados no Brasil, nas Antilhas e em Cuba.

Oxóssi: Saiba Tudo Sobre O Orixá Da Natureza E Do Conhecimento!

Por aqui, a tradição africana sobreviveu graças aos descendentes que ensinaram seus filhos e netos o culto a Oxóssi e aos outros orixás. Sua presença é forte nos Candomblés de Salvador e do Rio de Janeiro. Seu nome é de origem iorubá e significa “guardião popular”. Em geral as pessoas que lhe fazem oferendas estão em busca de um emprego e de proteção à família. É o responsável por prover refeições e afortunar os que o procuram.

História de Oxóssi

Em algumas lendas aparece como irmão de Ogum e de Exú. Em outras: como filho de Oxalá e de Yemanjá. É considerado o Rei de Ketu, pois quebrou o feitiço lançado por Eleyé  na forma de um pássaro maligno, sobre a população com apenas uma flecha matando seu alvo em cheio. Conta-se ainda que encontrou Iansã sob a forma de um grande elefante na floresta. Após, transformar-se em mulher, casaram-se  tiveram muitos filhos, mas ela o abandonou. Posteriormente, ele apaixonou-se perdidamente por Oxum que criou seus filhos. Alguns mitos relatam que ele viveu um amor proibido com Oxum, descoberto quando esta ficou grávida. Essa relação foi muito instável e baseada em questões de ordem sexual.

Cores de Oxóssi

O verde, o azul e o azul-turquesa representam este orixá. São as cores encontradas nas florestas. Assim, roupas, guias e contas são confeccionadas nestes tons e costuma-se usar elementos que recordem seu habitat, como, por exemplo, sementes.

Ferramentas de Oxóssi

Durante os cultos usam objetos de caça, como, por exemplo, o arco e flecha (ofá), lanças e facas.

Saudação á Oxóssi

  Okê arô - Hoje é dia de Oxóssi - Raizes Espirituais

Òké Aro!!! Arolé! que significa “Salve ao Rei!”

Oferendas para Oxóssi

É importantíssimo que as  oferendas sejam orientadas por um responsável no Candomblé ou na Umbanda. Eles têm anos de prática e conhecem a fundo os orixás a ponto de guiar com responsabilidade os rituais. Não pode colocar mel de abelhas nas oferendas de Oxóssi, pois elas são consideradas animais de Eléye. Para substituir utiliza-se o melaço da cana-de-açúcar. Entre suas comidas favoritas estão: coco seco, melão, milho vermelho e vinho branco.

Características dos filhos de Oxóssi

Agradáveis, comunicativos, bem humorados, guerreiros, cheios de vida e energia, possuem raciocínio rápido, adoram sair à noite e, às vezes, movidos por acessos de fúria utilizam palavras para ferir. Em relacionamentos são fiéis, não aceitam traição (na verdade não suportam ser enganados por ninguém) e são dedicados com a pessoas amada. Magoam-se facilmente.

Sincretismo de São Sebastião

De acordo com a tradição católica, ele teria se alistado no exército romano em 283 d.C. para difundir o Cristianismo entre os colegas. Sem saber disso, o imperador Diocleciano o designou para a guarda pessoal. Três anos depois, por conta de sua conduta branda com prisioneiros cristãos, foi julgado como traidor e tentaram matá-lo a flechadas. Por isso, ele foi associado, no sincretismo, a Oxóssi. Após ter o corpo atirado em um rio, ele sobreviveu e apresentou-se novamente ao imperador. Então foi espancado até a morte e teve o corpo jogado no esgoto de Roma. De onde foi retirado, limpo e sepultado.

Oração de Oxóssi

Meu pai oxóssi! Vós que recebestes de oxalá o domínio das matas, de onde tiramos o oxigênio necessário á manutenção de nossas vidas durante a passagem terrena, inundai os nossos organismos com a vossa energia, para curar de nossos males!

Vós que sois o protetor dos seres humanos, dai-lhes a vossa força, para que possam nos transmitir toda a coragem necessária para suportarmos as dificuldades a serem superadas, dai-nos paz de espírito, a sabedoria para que possamos compreender e perdoar aqueles que procuram nossos centros, nosso guias, nossos protetores, apenas por simples curiosidade, sem trazerem dentro de si um mínimo da fé.

Dai-nos paciência para suportarmos aqueles que se julgam os únicos com problemas e desejam merecer das entidades todo o tempo e atenção possível, esquecendo-se de outros irmãos mais necessitados!

Dai-nos tranqüilidade para superarmos todas as ingratidões, todas as calúnias!

Dai-nos coragem para transmitir uma palavra de alento e conforto aqueles que sofrem de enfermidades para quais, na matéria, não há cura!

Dai-nos força para repelir aqueles que desejam vinganças e querem a todo custo magoar seus semelhantes!

OKE ARÔ OXÓSSI!

Gostou do nosso artigo? Comente aqui e compartilhe em suas redes sociais.

Gratidão

Axé.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui