Sexta Feira 13 – Seus mitos, contos e lenda!

0
9

Sexta feira 13, dia de sorte ou azar?

Popularmente o número 13 ficou marcado como símbolo de azar e pior, a data da “sexta feira 13” transformou-se numdia de muito mau agouro.

Mas como tomou essa proporção!?

Primeiramente, uma crendice, mito ou conto,toma força por causa de sua egrégora.

Egrégora é uma inspiração, uma canalização (do ponto de vista da espiritualidade) ou um ideal que se forma entre determinadas pessoas e sendo alimentada essa crença, acaba por se tornar tão poderosa que se forma uma egrégora, por eras além durante a história da humanidade.

Uma das hipóteses sobre a sexta feira 13, segundo o cristianismo, seria de que Jesus morreu numa sexta feira e em sua última ceia, haviam 13 pessoas.

Sexta Feira 13 – através de outros contos!

Porém, em eras mais antigas ainda, lá nopaganismo nórdico existe uma história semelhante, em que o Deus Odin haviaoferecido um banquete á mais outros 12 deuses.

Lóki o Deus das trapaças e enigmas, nãoestava entre os convidados. Ficando furioso com a rejeição, acabou por soltartoda a sua ira durante a confraternização, o que resultou em muitas desgraças(isso te lembra alguma outra história!? Sim isso mesmo, a história da BelaAdormecida, que durante uma celebração no castelo do rei (seu pai), teve ocastelo e todo o reino amaldiçoado e ainda foi enfeitiçada por Malévola, quenão havia sido convidada para a comemoração. A mitologia influencia muitoscontos ao longo dos anos).

Sexta Feira 13 – mitos, crendices e superstições.

Destes mitos, surgiu a crendice de queconvidar 13 pessoas para um jantar, é uma péssima ideia.

E como dizem: “quem conta um conto,aumenta um ponto”, na nossa atualidade ainda existem tais crenças sobre amá sorte dessa data.

Há relatos históricos de pessoas quesofreram tragédias em algumas sextas feiras 13, mas outras não. Por isso, foise fortalecendo a crença de que o número 13 dá azar (já reparou que prédiosmuito antigos removiam o décimo terceiro andar? ou seja, pulavam do 12° ao14°).

Citando mais uma vez a cultura nórdica,sexta feira em inglês pronuncia-se “Friday” que a grosso modotraduz-se “dia de Freya”, Deusa do amor, fertilidade e riqueza (oraora… mudamos o contexto um pouco, agora), associada com outra deusa gregamais conhecida: Afrodite. Afinal, a sexta feira é o dia de todas essas energiasde amor e sexualidade, correspondentes ao seu planeta regente: Vênus, quetambém tem forte associação com a beleza e as artes.

Ou seja, é um dia voltado para o emocional,o relacionamento amoroso, sedução, encantos e prazeres.

Sexta feira 13, acho que vi um gatinho.

Sexta-feira-13

Acredita-se que cruzar com um gato preto neste dia seria algo ruim, mas o gato é um ser maravilhoso que tem grande força e poder. Ele ajuda muito a manter a energia equilibrada (de seu dono, outras pessoas e mesmo nos ambientes). Nunca maltrate um gato ou qualquer outro animal, eles são importantíssimos para o nosso bem estar e equilíbrio e, já que estamos falando sobre deusas, posso citar mais uma que carrega as bençãos da fertilidade, amor, arte e diversão: a egípcia Bastet, que é representada pela figura de uma mulher envolta em belos adornos, jóias e com cabeça de gato.

Foi dai que surgiu toda a devoção a esteanimal. Para os egípcios, o gato é a própria deusa Bastet encarnada na Terra, ecometer algum ato violento ao animal, traria punição e desgraças ao feitor.Eles crêem que destratar o gato é destratar á deusa Bastet.

Sexta feira 13 como fica na numerologia?

Sexta-feira-13

Na numerologia, o 13 representa as forças vibracionais da potência 1, que é um número de brilho pessoal, amor próprio, consciência sobre si mesmo e novos ciclos, e o 3 que é a potência da inspiração, criatividade, estudos, comunicação e evolução. Nesta soma, ainda obtemos o resultado da potência 4, um número de trabalho árduo, força, coragem, materialização e estrutura para os nossos objetivos!

O poder do “13” na magia.

O 13 é um dos números mais poderosos paraas bruxas e bruxos (pessoas que honram e cultuam antigos deuses, quando o mundoera politeísta, são feiticeiros, erveiros, benzedeiros, magistas, etc).

O 13 representa dentro de um círculo ritualístico, a celebração das 13 lunações do ano, em que honram as fases da Grande Mãe, a Deusa da magia representada no símbolo da Lua, assim como o Grande Pai, o Deus da magia é representado pelo Sol.

Nesses rituais, são trabalhadas as curaspessoais, honra-se o sagrado feminino, o respeito e a gratidão pela natureza ea co-criação para um planeta melhor, com pessoas mais conscientes e despertas.

Viu só como crendices, acabam deturpando eboicotando simbolismos poderosos, que podemos utilizar a nosso favor!?

Conclusão:

O mau agouro não está na Sexta feira 13. Ela não seria a proprietária de todo o azar, uma vez que há vários relatos de boa sorte, crescimento, fertilidade e prosperidade no texto acima. Boa sorte ou azar sempre estarão se alternando, fazendo a roda girar . O conselho é, reflita como você encara e surfa a onda de sorte ou de azar.

Boas energias e uma ótima Sexta Feira 13 para você, com muitas bençãos e sorte!

Gostou do nosso artigo? Comente aqui em baixo! Compartilhe em suas redes sociais.

Artigo anteriorSalmos para se aproximar de Deus: orações poderosas
Próximo artigoShiva Deus Hindú da Transformação. Shiva é sabedoria e cura
Aline Ferrão é Espiritualista sacerdote de Umbanda, dirigente do C.E.U Luzes de Aruanda em Gravataí/RS iniciada na cultura de Matriz Africana a qual representa como Yalorixá respeitando as práticas Ancestrais através dos Orixás. Domina a leitura de oráculos como Búzios e Baralho Cigano, direcionando as terapêuticas com o auxílio destas ferramentas. Conhecedora das Ervas e sua utilização no bem-estar de cada ser, assim como estudou e pratica as Técnicas de Reiki Usui, Reiki Xamânico juntamente com Apometria Cristica e Floral de Bach. Facilitadora nas terapias envolvendo a cura da Alma, com a utilização da Medicina Sagrada Ayahuasca. Médium ativa desde a infância, tem como propósito direcionar o seu trabalho dentro da espiritualidade expandindo seu conhecimento para o acolhimento de quem sentir o chamado espiritual. Em sua formação social é graduada em Pedagogia, tendo como sua área de interesse o desenvolvimento Humano.